VISUAL MERCHANDISING: A VITRINE COMO FERRAMENTA DE VENDAS


Vitrines, equipamentos, produção de moda em manequins, layout das lojas, cenografia, comunicação visual, displays e expositores são as ferramentas mais utilizadas por um bom profissional de visual merchandising para alcançar resultados na venda do varejo.

O visual merchandiser cuida, além da vitrine, de toda a comunicação comercial da marca, definindo a decoração,  as peças que serão expostas nos manequins, a ordem das cores e tecidos nas araras, determinando a disposição dos móveis e organização interna das lojas,  tudo dentro de um contexto do lançamento das coleções.

Toda essa preocupação do visual merchandising tem um fundamento: conquistar e encantar os clientes, aumentando as vendas.

Embora todos esses elementos sejam importantes, a vitrine continua sendo a grande estrela, o cartão de visita da loja.

Uma boa vitrine não precisa partir da premissa "tudo o que você vê, você compra".
Mais que um meio de expor os produtos, ela é uma ferramenta de comunicação e como tal deve contar um pouco mais sobre a marca e chamar atenção para que o cliente tenha curiosidade em conhecer as demais peças que estarão disponíveis para venda dentro da loja.

A vitrine é entretenimento, portanto deve ser explorada com criatividade, dinamismo, ousadia e intenção de transmitir uma mensagem efetiva aos clientes atuais e potenciais, considerando a identidade da marca, estratégia de negócios e o público-alvo, usando a melhor linguagem para atingir suas emoções.

Boas vendas!

Comentários