MODELAGEM NA CONFECÇÃO

“A modelagem consiste na construção do conjunto de moldes gabaritos, que reproduzem as formas e medidas do corpo humano adaptadas ao estilo proposto pelo designer, que são executados a partir da análise do desenho técnico e das demais especificações do projeto.” (JONES, 2006).

Para modelar as peças de uma coleção é preciso, inicialmente, ter um conjunto de bases já prontas (saia, blusa, calça e manga) que servirão de referência para a criação de cada modelo de roupa.
As bases devem seguir uma tabela de medidas padronizada e devem ser testadas, para garantir que não hajam variações de tamanhos e que todas as peças tenham um bom caimento.

A primeira peça a ser executada de cada modelo chama-se peça piloto. Assim como a modelagem, a confecção da peça piloto é guiada pela ficha técnica do modelo, onde são fornecidas todas as informações detalhadas da peça, acompanhadas do desenho técnico.

Durante a execução da peça piloto pode ser necessário fazer correções, mudanças ou adaptações. Nesta etapa também será definida a seqüência da montagem da peça, ou seja, qual máquina será utilizada primeiro, e assim por diante. Isso ajuda na melhoria e agilidade da produção.

Todas as alterações feitas na peça piloto devem ser feitas também na modelagem e no desenho técnico para não haver divergências de informações e evitar erros na produção.

Somente depois que a peça piloto é aprovada que se faz a gradação (aumento ou redução do tamanho).  Todos esses cuidados são tomados para dar qualidade às peças.

 fonte: www.tanianeiva.com.br

Comentários