Dez dicas para inovar em sua empresa



Inovar não é mais uma opção para o empresário, e sim uma necessidade. As empresas não competem mais apenas com os preços, elas precisam apresentar ao cliente um diferencial, seja no produto ou nos processos. As 10 dicas a seguir vão ajudá-lo a estimular a cultura da inovação e se destacar da concorrência:

1) Liderança inovadora – que tem início na direção da empresa que, como patrocinador e apoiador do processo de inovação, mobiliza recursos, direciona e motiva a equipe.

2) Incentivar a criatividade –  transformando boas ideias em oportunidades de negócio viáveis, contando sempre com a participação ativa de todos os colaboradores.
Alguns fatores-chave para estimular a criatividade são: não há uma solução única para um problema; novas ideias podem ser exploradas; é válido questionar as verdades absolutas; e não se deve inibir idéias aparentemente ruins.

3) Ouvir e colocar-se no lugar dos seus clientes – Ter estreito contato com clientes para interpretar seus desejos pode fornecer boas ideias de oportunidades de negócio para a empresa.

4) Saber o que a concorrência está fazendo – Visitando seu concorrente, avaliando seus produtos, preços, promoções, atendimento, etc. É sempre importante saber o que o seu mercado está fazendo, as mudanças e onde residem seus diferenciais.

5) Rede de relacionamento – Criar e manter relacionamentos saudáveis com parceiros, fornecedores, clientes, vizinhança, investidores.

6) Comunicação interna – Manter uma comunicação organizada e transparente, preservando o sigilo e a proteção das informações críticas da empresa. Exemplo: murais, intranet, jornais internos, blogs corporativos, etc.

7) Comunicação externa – Investir em novos canais: celular, mídias sociais, TV, etc. O formato da comunicação deve ser flexível e estimular a interação com o público.

8) Reconhecimento e recompensa - reconhecer o esforço pessoal e da equipe, estabelecer objetivos claros e determinar formas de mensuração. As recompensas podem ser financeiras ou não, por exemplo, presentes, placas, troféus, folgas, comunicações públicas. É fundamental que as recompensas estejam atreladas à criação de oportunidades de inovação para serem desenvolvidas pela empresa.

9) Capacitação – investir na equipe, ampliando a capacidade de usar melhor os recursos da empresa (infraestrutura, pessoas, sistemas de TI, etc.) e desenvolver produtos e serviços inovadores (design, qualidade, desempenho etc.).

10) Voltar atrás em tempo hábil, se necessário - inovar é arriscado. Qualquer mudança na empresa deve ser mensurada para saber se está tendo sucesso ou não. Para isso é necessário estabelecer indicadores, sendo que eles não precisam ser complexos. Se o empreendedor constatar que a performance está muito distante do que planejou, deve paralisar a ação e repensá-la.

Quer saber se sua empresa é inovadora?

 Acesse http://inova.sebraesp.com.br/index_1024.html

 Fonte: SEBRAE/SP

Comentários