Vender para a classe C

by - fevereiro 06, 2013


Conheça  melhor e venda mais para a "nova" classe média, que atualmente responde por 76% do consumo do país.

O que devemos saber sobre essa classe:
 - 35% dos brasileiros da classe média tem reserva financeira.
 - Movimentou cerca de R$ 1 trilhão em 2012.
 - 51% dos brasileiros da classe média têm cartão de crédito.
 - Em 2010 essa classe já representava 80% dos internautas.
 - De 2005 a 2010 essa população passou de 72 milhões para 95 milhões de pessoas (em 2012 já são 107 milhões).
 - Esse consumidor tem "cabeça" de baixa renda, mas bolso de classe média.
 - Os emergentes estão com a auto-estima elevada, valoriza sua identidade, seu jeito e seu estilo de vida.
 - As mulheres adultas de baixa renda são estratégicas para o mercado porque são maioria.
 - O consumidor da classe média pede segurança, transparência e respeito durante as compras.
*Dados retirados do estudo Data Maioria, do Data Popular.

Pequenos detalhes  que fazem toda a diferença na hora de garantir uma pequena fatia desses ávidos consumidores da "nova" classe média.

Detalhes que vendem:
1. Reflita sobre o posicionamento do ponto de venda com foco no público alvo.
2. Climatização agradável e sonorização também com foco no público alvo.
3. Para atrair atenção do consumidor lançamentos, promoções e liquidações funcionam como chamariz na entrada e vitrine da loja.
4. Próximo ao caixa ou na entrada e saída expor produtos que estimulam as compras por impulso.
5. Para o fundo da loja reserve lugar para os chamados "produtos de destino", ou seja, aqueles itens que realmente fazem os consumidor entrar na loja.
6. Manter a comunicação visual também focada no público alvo. Lembrar que neste caso menos é mais!
7. A vitrine é seu cartão de visitas mantenha limpa, clara, organizada e bonita.
8. Não esquecer gôndolas e prateleiras vazias. Isso passa uma imagem de má administração, que repercute em desconfiança e descrédito.
9. Pesquise antes de escolher as cores da identidade da sua loja, para cada segmento tem uma relação de cores.
10. Fique atento: não basta a cor escolhida ou combinar mobiliários da loja, o ambiente tem que estar de acordo com o posicionamento do estabelecimento no mercado e com a mensagem que quer passar para o consumidor.
11. Aprenda a diferenciar MARKETING de MERCHANDISING para utilizar as duas ferramentas com eficiência. As ações de marketing são aquelas responsáveis, principalmente por fazer que os consumidores, sejam eles novos ou já ativos, se dirijam até sua loja para conhecer produtos e ofertas. Já as ações de merchandising são aquelas que farão  efetivamente que os consumidores que entrarem na sua loja seja, direcionados as compras de forma fácil e ágil.
12. Cuidar do pós venda com afinco fazendo ligações esporádicas , trocas de mercadoria com qualidade, postais, e-mails e etc...
13. Manter todos os itens com preço. Isso facilita a escolha do consumidor.
14. Cuidar do estoque e das reposições diariamente. Uma loja perde vendas quando não programa o estoque e as reposições corretamente.
15. Treine bem seus vendedores. Escolha um período de seis em seis meses mais ou menos.
16. Excelência no atendimento é primordial.
17. Tenha bons lideres, gerentes ou supervisores, por meio de suas lideranças serão obtidos bons resultados.
18. Incentive e motive com metas alcançáveis, prêmios ou bônus. Isso cria competitividade.
19.  MUITO IMPORTANTE. Revise todas as leis pertinentes ao seu tipo de comércio, como lei trombada, lei cidade limpa e etc...

 Fontes: Sebrae/SP e revista Meu Próprio Negócio.

Você pode gostar ...

0 comentários