Case de merchandising - Del Carmen by Sarruc

Recentemente fomos avaliados por uma equipe especializada em merchandising do Programa Comércio Varejista realizado pela SEBRAE-SP.
Neste projeto foram analisados os 20 tópicos que constituem os elementos mais importantes para a organização e apresentação da nossa loja, a Del Carmen by Sarruc.
Em cada tópico o SEBRAE-SP fez diagnóstico técnico da situação atual e sugeriu melhorias que devem ser implementadas de acordo com a disponibilidade de recursos financeiros e humanos.
Fomos voluntários nesta experiência, não havendo qualquer desembolso financeiro de nossa parte e o resultado foi muito gratificante. Além de satisfeitos com a avaliação que recebemos, decidimos acatar as sugestões, aperfeiçoando o visual merchandising de nossa loja.
Deixamos aqui os principais itens analisados pelo SEBRAE-SP e a percepção visual que devem proporcionar:

1) Fachada: cores, luminosos e letreiros merecem atenção especial.

2) Vitrine: Deve chamar a atenção e despertar o interesse em 30 segundos, deve ser renovada com frequência, proporcionar harmonia entre os itens expostos, ser temática (sempre que possível) e fazer parte integrante da identidade e da imagem da empresa.


3) Acesso: a porta de entrada deve facilitar ao máximo o acesso das pessoas.


4) Lay-out geral: Corredores amplos, planejados com vias de mão dupla e que proporcionem uma visão ampla dos produtos, estabelecendo uma lógica nas seções da loja.

5) Móveis e equipamentos: Não devem ocupar mais que 40% da área de vendas. Mostruários, suportes e equipamentos de exposição devem estar sempre coordenados e padronizados para dar harmonia estética a loja. Faça opção por móveis modulares que possibilitam a mudança de layout conforme as necessidades, proporcionando dinâmica ao ambiente de vendas.




6) Disposição dos produtos: Todos os itens devem estar separados por categoria de acordo com critérios: gênero, tamanho, cor, preço, marca ou estilo, as embalagens devem estar intactas e limpas.



7) Precificação dos produtos: Os preços devem estar expostos na própria mercadoria, nas prateleiras e expositores de forma legível.


8) Comunicação visual interna: Cores contrastantes, em letras grandes e legíveis, aproveitando todos os epaços disponíveis na loja: paredes, colunas, teto, balcões, divisórias, evitando o acúmulo e a sobreposição de informações.

9) Música ambiente: Músicas leves e calmas predispõe os clientes a esquecer o tempo, comprando mais.

10) Climatização: A temperatura ideal para compra situa-se entre 22o e 26o C, o que vai exigir ventiladores ou ar condicionado na maior parte das cidades brasileiras.

11) Promoções de vendas: As ações devem seguir o calendário promocional do varejo e considerar as sazonalidades dos produtos que devem estar destacados e com sinalização adequada.

12) Iluminação: A iluminação deve destacar as mercadorias, decorar espaços especiais e acompanhar o estilo e a personalidade da loja.

13) Limpeza: É necessário estabelecer uma rotina de verificação das áreas e produtos expostos em toda a loja, incluindo os provadores.

14) Provadores: Devem ser espçosos, arejados e climatizados. Devem possuir banco ou cadeira, cabides e espelho. Deve ser verificado discretamente após cada utilização, visando mantê-lo em ordem.


15) Banheiros: Devem ser limpos, aromatizados, bem iluminados e seguros.


Esperamos que essas dicas sejam úteis.
Bons negócios!
Equipe Del Carmen by Sarruc

Veja também:
- Como organizar as araras de roupas
- Como organizar uma loja de roupas
- Como organizar o estoque de uma loja
- Dez erros de um ponto de venda
- Como manter a organização da loja em época de Natal
- Dicas de organização para as lojas de varejo