Algumas dicas para fazer promoções em loja de varejo


Existem vários tipos de promoções que podem ser aplicadas a uma loja de varejo:

Liquidação:

A liquidação é muito importante para eliminar os estoques e dar entrada para novos produtos. Para o consumidor pode ser a chance de adquirir peças valiosas por baixos custos.

Algumas dicas para a época de liquidação:

1) O ideal é uma vitrine que passe uma mensagem direta e clara, sem uma superprodução, mas com organização e beleza para atrair e encantar, como em qualquer outra temporada;

2) Não use a vitrine como estoque, mostre o que tem para vender, mas deixe seu cliente curioso, com vontade de entrar na loja;

3) Evite tampar as vitrines. Se o objetivo é vender, deve-se mostrar os produtos valorizando-os, estimulando o cliente a adquirí-los;

4) Comunique sua liquidação com adesivos bem posicionados e de boa leitura. Nada de papel sulfite com informações manuscritas;

5) Utilize formas e cores. Ícones como sacolas, tesouras, etiquetas e cifrões podem ser utilizados de forma original e inusitada;

6) Apresente uma rotatividade maior dos produtos que serão expostos, trocando-os todos os dias até que tudo tenha sido vendido;

7) Cuidado para não transformar o espaço interno da loja numa verdadeira confusão. Mantenha o padrão da loja, mesmo em época de liquidação. Mantenha as peças organizadas por cores ou preços, tornando a loja visualmente agradável para o cliente;

8) Crie etiquetas chamativas para os produtos em promoção. Vale separá-las por percentual de desconto. Isso ajuda o cliente a se auto-atender, ajudando-o na escolha dos produtos que quer comprar, liberando a equipe que vai estar mais ocupada;

9) Seja claro em relação às condições de pagamento válidas durante a liquidação, principalmente se ela for diferente da condição habitual da sua loja;

10) Modifique a exposição dos produtos. Pode abusar das cestas, caixas com cartazes coloridos, produtos menores sobre os balcões. Essas atitudes são lidas pelos clientes de modo imediato como “oportunidade”, “barbada”, “preço baixo”. E vendem!

11) Entenda que o cliente que vai fazer compras nas liquidações dificilmente foi apenas na sua loja. Ele pode estar exausto e cliente cansado é a senha para problemas e confusões. Esteja preparado para deixá-lo mais relaxado e para mantê-lo mais tempo dentro da sua loja. Além da atitude gentil, ele sempre vai lembrar do atendimento em sua loja. E vai voltar na próxima liquidação.

12) Evite a liquidação permanente. Ela desvaloriza a loja e os produtos.

Outras promoções:

Pode-se utilizar outros formatos inteligentes de promoções que levem o consumidor às compras, aumentando as vendas. Como exemplo, podemos citar:

1) Aniversário da loja: Ofereça preços ou condições especiais por ocasião do aniversário de sua loja. Promova a semana, a quinzena ou o mês.

2) Brinde: É um objeto: lápis, caneta, camiseta, agenda, régua, risque-rabisque,  geralmente de pequeno valor, onde aparece estampado o nome da empresa ou a marca do produto que o está oferecendo.

3) Cooperada com fornecedores: Procure fazer acordo com seus principais fornecedores para obter apoio em promoções cooperadas e vantagens adicionais para seus clientes.

4) Descontos: Consiste em redução de preços. Pode ser apresentado na forma de saldos, queimas, liquidações, artigos do dia, da semana, ofertas relâmpagos etc. Os descontos tem se demonstrado muito eficientes como promoção de vendas, mas é preciso que se tome cuidado. A promoção de descontos nunca deve ser muito extensa ou freqüente para que não venha a cair em descrédito.

5) Fidelidade: Através de fichas, cartelas, selos, tickets ou outros recursos, você controla o número de vezes que os clientes adquirem seus produtos. Após determinado número de vezes, você oferece uma unidade grátis ou outra vantagem. O bom mesmo é manter um Banco de Dados onde possa controlar a freqüência de compra, valor de compra e produtos cliente por cliente, para depois fazer o marketing um a um.

6) Grátis: Esta palavra é mágica, principalmente em promoções. Não a use inadequadamente. Ofereça algo grátis somente se o cliente tiver a certeza de que realmente está ganhando algo que não está pagando do outro lado.

7) Garantia: Ofereça garantia para os produtos que você vende. Mesmo que você comercialize artigos já garantidos pelo fabricante, o cliente terá mais confiança em comprar na sua loja.

8) Leve 3 e pague 2: Embale 3 unidades do mesmo produto e venda pelo preço de 2, se o seu problema for desovar estoque.

9) Lançamentos: São as promoções que você realiza para vender novidades ou produtos recém- chegados. O período deve ser curto e você precisa oferecer uma vantagem para girar rápido o estoque antes que os artigos se tornem comuns.

10) Oferta do dia: Escolha um produto ou um artigo e ofereça por um preço extremamente baixo para atrair a clientela . Mude a oferta diariamente.

11) Solidariedade: Realize campanhas em benefício da comunidade ou instituições de caridade. Podem ser regulares ou com finalidades específicas em função de algum fato ocorrido. Pode-se doar parte do valor da venda ou apenas apoiar campanhas em curso. Por exemplo:- “Doe um agasalho” - “Comprando aqui você está ajudando uma pessoa carente“- Traga 5 kg de arroz e ganhe 20% de desconto em qualquer compra”.

12) Vale brinde: É uma pequena peça de papel, plástico, madeira, etc que é colocado junto, dentro ou na própria embalagem de um produto. A pessoa que o encontra tem direito a receber o prêmio cujo nome deverá estar impresso na própria peça. As campanhas promocionais de vale brinde tipo “achou – ganhou”, ajudam na formação ou fixação da empresa e também auxilia a rotação do estoque de alguns produtos.

13) Volume: Estabeleça um determinado valor e ofereça brindes ou vantagens nas compras acima deste valor;

14) Descontos progressivos: Nesse sistema, o consumidor que leva uma peça tem 10% de desconto, se leva duas tem 20% e assim por diante;

15) Distribuição gratuita de prêmios: Efetuadas mediante sorteios, vales-brindes ou concursos precisam ser autorizados e fiscalizados pela Receita Federal, no caso de instituições financeiras, ou pela Caixa Econômica Federal. (Saiba como pelo site da Receita Federal).


Esperamos que as sugestões tenham sido proveitosas.
Boas vendas!!!

fonte: www.sebraemg.com.br



Veja também:
- O que é Pinterest e como usá-lo em favor de seu negócio
- Moda e negócios na internet
- Ambientação adequada pode aumentar as vendas
- Comércio nas redes sociais
- Aumentando as vendas com a satisfação dos clientes
- Tire mais lucro da liquidação
- Liderar equipes para gerar resultados
- Dez passos para contratar bons vendedores
- Vinte dicas para vender para a classe média
- Modernizando a loja para aumentar as vendas
- Como aumentar suas vendas
- Dicas de atendimento na época do Natal